O futuro é agora.

Em um curso de autoconhecimento me lembro de ter ouvido uma orientação que dizia “Você é responsável pela sua felicidade, e por guiar o seu caminho. Não espere que a vida te direcione sempre, em alguns momentos você vai precisar direcioná-la.”

Naquele momento, aquilo não tinha feito tanto sentido para mim. Desde sempre, esforço, sorriso no rosto, pessoas especiais e uma pitada de sorte tinham me ajudado (e muito) nas minhas decisões e na minha direção.

Recentemente tenho feito palestras e papos sobre pertencimento no trabalho, sobre felicidade e inspiração e até pouco tempo me sentia confortável de falar sobre esses temas. Nada mais era do que colocar meus sentimentos para fora, de forma verdadeira para quem quisesse me ouvir.

Como não estou aqui para narrar os sucessos, dizer que tudo são flores e que o sol está sempre brilhando, como qualquer profissional, um dia eu engasguei.

Recentemente senti, no meio de uma dessas falas, que não estava sendo 100% verdadeira. Estava naquele momento falando de sentimentos que eu já havia vivido e não necessariamente estava vivendo ou sentindo atualmente.

Demorei para dormir naquela noite, e em algumas outras. Comecei um processo involuntário de me sentir triste, reclamar e rapidamente me lembrei da frase que que citei acima, dizendo que nós somos donos da nossa vida e da nossa atitude. E lembrei que a única pessoa que poderia fazer algo naquele momento, seria eu mesma.

As respostas estão ao nosso lado, só falta abrirmos os olhos para enxerga-las. Abri meus olhos e meu coração para digerir meus sentimentos, para conversar com pessoas que admiro e respeito*, ouvir novas opiniões e principalmente, me desafiar, como ser humano e como profissional. E quando nossos olhos estão abertos e nosso coração está pulsando, as respostas aparecem. E nesse momento eu me permiti simplesmente, enxerga-las.

Sai da Coca-Cola com meu coração doendo. Como uma boa canceriana com ascendente em câncer, água é o que não faltou quando a um mês atras, escrevi emocionada esse texto.

Foram quase 5 anos de muitas risadas, projetos de tirar o fôlego, ideias que foram sucesso, ideias que fracassaram e geraram muitos aprendizados, mas principalmente, foram 5 anos de gente. De pessoas. Pessoas que mudaram a minha vida. E um achismo que eu tinha passou a ser a minha maior verdade, no final de tudo o que nos faz feliz (ou nos deixa de fazer) são as pessoas que estão ao nosso lado.

Hora de olhar para o presente e para o futuro. De aprender. Me permitir entrar de braços abertos em um novo mundo. Me desafiar e sentir o coração pulsar.

Texto escrito com muito carinho para todos aqueles que “ops” estão querendo fazer alguma mudança, e falta aquela coragem, aquele empurrãozinho. Desafie-se. Questione-se. Reclame menos, e faça mais.

Para as pessoas que admiro e respeito*

Obrigada, Obrigada e Obrigada @ecomoliterno,@anamoises,@andrepb @joaquimmonteiroc,@andreferraz,@michellescheneider ,@sandrocachiello. tomar uma decisão com um círculo de confiança, de mentores e de amigos como vocês, torna qualquer coisa mais fácil, mais leve e principalmente mais prazerosa.